O Clube dos Cinco, 1985.

spsychbreakfastclub

Do mesmo diretor de ‘Curtindo a Vida Adoidado’, John Hughes, The Breakfast Club, nome original do filme, se tornou mais um clássico dos anos 80. O longa conta a história de jovens completamente diferentes: John Bender, Andy Clark, Allison Reynolds, , Claire Standish e Brian Johnson que ficam de castigo na biblioteca da escola durante um dia inteiro de sábado, e com isso, passam a se conhecer melhor e partilhar experiências e frustrações da vida que levam.

Os cinco adolescentes possuem personalidades bem distintas. Andy é um atleta popular que sofre pressão do pai para ser sempre o melhor em tudo. Brian, também sofre pressão da família para ser muito inteligente e tirar excelentes notas, até que um dia essa situação o deixa transtornado. Bender é um garoto peculiar, levando consigo sempre a imagem de bad boy revoltado com a vida, desconta seus problemas agredindo pessoas e a escola. Já as garotas, Claire e Allison, são opostas uma da outra. Claire é popular, perfeitinha, de família rica e aparentemente parece não ter nenhum problema na vida e Allison não tem amigos, vive sozinha e calada pelos cantos, mas se mostra uma menina espetacular.

O Clube dos Cinco parece ser simples quando você pensa em jovens presos na detenção escolar passando a se conhecer melhor. Porém, é mais profundo do que muitos podem pensar. É constituído de toda uma essência, mostrando que a base dos problemas desses adolescentes são seus pais. Isso é um fato que não é dado muita importância na nossa sociedade, que na verdade, não abre os olhos pra isso. Vê o problema, sabe que está lá, mas não encara. É isso que The Breakfast Club retrata, como os pais estragam seus filhos sem nem mesmo perceber. E como esses filhos podem dar um basta nessa situação a partir do momento que se dão conta dela.

É um filme maravilhoso! Adolescentes que não se conheciam, acabam tornando-se mais que amigos. Acabam mudando suas vidas.

breakfastclub2

A frase mais marcante do longa é de Allison, que diz: “Quando você cresce, seu coração morre.” Triste observação, mas verdadeira.

Xx,

Amanda Lobo.

Advertisements

2 thoughts on “O Clube dos Cinco, 1985.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s